Mercedes-Benz produz cartilha de Manutenção de Freios de Carreta

11 / 12 / 12

Folga entre lona e motor e vazamento de ar comprimido podem comprometer a frenagem dos implementos.

Muitos condutores realizam manutenção apenas dos freios do cavalo mecânico, não se preocupando em fazer a revisão periódica do implemento que rebocam. Este tipo de negligência faz com que o freio do caminhão fique com o trabalho de parar também o semi reboque.

Uma pesquisa realizada pela Mercedes-Benz constatou que 100% das carretas analisadas estavam equipadas com freio a tambor e, entre esses, 50% tinham folga entre a lona e o tambor acima do valor especificado que é de, no máximo, 0,7 mm. Para se ter uma ideia do risco que este detalhe produz, basta saber que uma folga de 2 mm, por exemplo, faz com que a força de frenagem perca 90% de sua eficiência e a distância total do processo de parada aumentou em 26%.

Por esses e muitos outros fatores a área de Global Trainning da montadora produziu a cartilha “Manutenção de Freios de Carreta”. O material traz dicas valiosas para o condutor atentar para o sistema de frenagem da composição, como verificar as espessuras das lonas e condições dos tambores de freios e observar sempre o desgaste dos pneus.

Além disso, o motorista deve observar os seguintes fatores:

– Buchas de hastes desgastadas;
– Mancais de hastes desgastadas;
– Pinos gastos;
– Falta de lubrificação;
– Folgas excessivas em componentes mecânicos;
– Falta dos espelhos de proteção contra impurezas das lonas de freio.

O vazamento de ar comprimido é outro problema que pode obrigar o compressor a trabalhar mais, reduzindo sua vida útil e aumentando o consumo de combustível. Para ficar por dentro de todo o conteúdo, entre em contato com um concessionário Mercedes, solicite sua cartilha e também informe-se sobre os cursos de reciclagem profissional oferecidos pela área de Global Trainning.

Tags:

10 Comentários:

  1. monica disse:

    olá vcs poderiam me enformar onde posso comprar a cartilha de ecomia de freios pois nao consegui encontrar ainda obrigada aguardo resposta

  2. Nilson da Silva Lourenço disse:

    Olá meus amigos Mercedes Benz???Trabalho com um bruto 3344 só tem elogio mas um porem ele é muito rústico haja coluna para tanto trancos….Um abraço fiquem com deus boas festas e feliz 2013…haaa um detales porque ñ eleminem aquele porta luvas das portas só juntão muitas sujeiras….

    • Mercedes-Benz disse:

      Obrigado pelo seu comentário, Nilson!

      Caso perceba alguma dificuldade em seu veículo, pode encaminhá-lo a um de nossos concessionários para análise. Para ver os contatos acesse o link: http://migre.me/czNbj. Encaminhamos a sua sugestão ao setor responsável para apreciação.

      Abraços e feliz ano novo!

  3. Dalvan lopes disse:

    Boa ideia.

  4. celso bezerra da silva disse:

    Oi TUDO BEM! ADOREI ESTA IDEIA POIS O MOTORISTA DEVE SIM FAZER REVISÃO DE TODO SISTEMA DE FREIOS DA CARRETA E NÃO SÓ DO CAVALO POIS COMO TODO BOM PROFICIONAL DO TRECHO SABE O VALOR EM TER SEU MERCEDES BENZ BEM REVISIONADO PARA MAIS UM DIA DE TRABALHO.PARABÉNS PELA IDEIA. E HUM ABRAÇO FORTE.

    • Mercedes-Benz disse:

      Olá pessoal! A Mercedes-Benz está sempre inovando. Mas, quando a questão é segurança, não podemos tratá-la como item opcional. Por isso, concentramos nossos esforços para oferecer produtos cada vez mais seguros, com equipamentos eficientes e de fácil manutenção. E, mesmo que a carreta não seja produzida por nós, sabemos que ela também requer cuidados e manutenção e, colaborar na prevenção de acidentes é dever de todos. Para conferir as dicas de manutenção e regulagem dos freios, consultem a disponibilidade da cartilha em nossa rede credenciada. Abraços. (Genésio, Izaias, Eduardo e Celso)

  5. eduardo caetano disse:

    como eu regulo o freios

  6. izaias luiz disse:

    muito bom isso eu sou carreteiro e tenho muitoo cuidado com os freios da carreta hojé mesmo regulei os meus

  7. genesio disse:

    parabéns,pelas inovasões.trabalhei muito com sistema de freio..gostaria de saber se tem muitas mudanças

Deixe uma resposta para Dalvan lopes Cancelar resposta

    Nós utilizamos cookies

    Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

    Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

    OK