Manutenção dos pneus: melhor vida útil, desempenho e segurança em suas viagens.

02 / 05 / 17

image015

Os pneus de hoje são mais modernos e duráveis. Mas o grande segredo para minimizar o desgaste e prolongar a vida útil dos seus pneus está em uma boa manutenção. Mais do que economizar, é uma forma de melhorar o desempenho e aumentar segurança nas viagens.

Efeitos do desgaste.

Quando o pneu está careca, seu caminhão é mais propenso a derrapagens laterais e o espaço necessário para a frenagem aumenta. Quando há chuvas ou pista molhada, os efeitos são ainda piores: a falta de drenagem causa grande instabilidade. Em qualquer tipo de pista, cresce o risco de furos e cortes na banda de rodagem.

Um dos primeiros pontos que devem ser abordados é o desgaste máximo do pneu (limite de segurança), que é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos. Abaixo dessa medida, ele já está careca. Neste sentido, a resolução do Contran 558/80 estabelece que trafegar com pneus abaixo do limite é ilegal: o veículo pode inclusive ser apreendido.

Manutenção Mecânica.

Componentes mecânicos do veículo – como amortecedores ou molas, freios, rolamentos, eixos e rodas – também influenciam o desempenho dos pneus. O desbalanceamento das rodas, por exemplo, causa perda de tração, de estabilidade e desgastes acentuados. O alinhamento de direção também é muito importante, pois desvios mecânicos provocam desgastes prematuros.

Pressão dos pneus.

Falta de calibragem nos pneus gera diversos problemas. A baixa pressão, por exemplo, faz com que o pneu esquente mais durante a aceleração, além de aumentar o consumo de combustível e resistência de rolamento. Já o excesso de pressão provoca um desgaste mais acentuado no centro da rodagem e perda de estabilidade em curvas, em virtude da menor área de contato com o solo.

Previna-se dos problemas.

Com alguns hábitos você pode evitar desgastes prematuros e garantir que as suas rodagens sejam mais seguras e eficientes:

  • Calibre os pneus semanalmente de acordo com a indicação do manual do fabricante;
  • Faça rodízio de pneus;
  • Evite sobrecarga de peso;
  • Faça a manutenção preventiva de componentes do veículo que atuam diretamente sobre os pneus;
  • Alinhe o sistema de direção e suspensão, além do balanceamento de pneus conforme indicado pelo fabricante;
  • Utilize o pneu indicado para cada tipo de solo;
  • Observe periodicamente o indicador de desgaste de rodagem (TWI – Tread Wear Indicators), que existe em todo pneu para mostrar o momento certo da troca;
  • Evite o contato do pneu com derivados de petróleo ou solventes, que atacam a borracha;
  • Evite a direção agressiva com frenagens fortes e mudanças bruscas de direção.

Siga viagem e siga essas dicas: mais segurança e conforto para o seu Mercedes-Benz!

Tags:

Deixe uma resposta

    Nós utilizamos cookies

    Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

    Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

    OK