Janeiro de 2013 registra 30% menos mortes no trânsito

18 / 04 / 13

Redução foi creditada ao endurecimento da Lei Seca.

(foto: Creative Commons / Flickr / Agência Senado)

Em comparação ao mês anterior, janeiro de 2013 registrou redução de 30% no número de homicídios culposos por acidente de trânsito no Estado de São Paulo e 12% se comparado com o mesmo mês do ano passado. A principal causa apontada para a redução é o endurecimento da Lei Seca e o crescimento da fiscalização nas rodovias.

No primeiro mês deste ano, 12.158 motoristas foram abordados e submetidos ao teste do bafômetro nas estradas paulistas. Destes, 5.368 foram flagrados infringindo o artigo 165 do Código de Trânsito Brasileiro (infração administrativa) e outros 469 foram presos por embriaguez ao volante. Durante o mesmo período, foram registradas também 43 mortes a menos.

Tags:

2 Comentários:

  1. Gean de Oliveira disse:

    Se tem uma coisa que o brasileiro precisa aprender é a seguir regras.
    Usei a expressão “jeitinho brasileiro” em um dos posts anteriores e volto a usar.
    Tem que fazer direito.

    “Carnaval, Futebol e Samba” não está rendendo absolutamente nada.
    Independente do ritmo musical que você gostar:

    BEBIDA NÃO PODE SER CONSUMIDA ANTES DE DIRIGIR.

    Acho que muitos não conseguem associar a responsabilidade que é dirigir, o risco que se assume.

    Antes tinha um pouco de medo de pilotar, mas com o tempo você percebe que andar de carro, ônibus é muito perigoso. Pra não falar das motocicletas.

    Obrigado.
    Peço desculpas por falar um pouco demais, mas temos que fazer as pessoas refletirem sobre o que estão fazendo! Certo?

    • Mercedes-Benz disse:

      Olá, Gean! Você está correto e gostaríamos de agradecer o seu comentário.
      Álcool e direção não combinam e são grandes causadores de acidentes e
      mortes no trânsito e consequentemente se tornam uma combinação fatal. Por
      isso vamos sempre lembrar: se for dirigir não beba. De acordo com a
      legislação, é proibido dirigir sob a influência de álcool e aquele que não
      acatar à lei, está cometendo infração gravíssima e poderá ser multado ou
      ter suspensão do direito de dirigir por doze meses. Terá, também, a
      habilitação recolhida, além de ter o veículo retido até a apresentação de
      condutor habilitado. Dependendo do grau de concentração de álcool no
      sangue, o condutor poderá inclusive ser punido com detenção de 6 meses a 3
      anos, além de ser multado e perder o direito de dirigir. Nos preocupamos
      com nossos motoristas, por isso alertamos sobre a condução segura. Abraços!

Deixe uma resposta

    Nós utilizamos cookies

    Queremos melhorar sua experiência de navegação em nosso site. Ao continuar a utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

    Para mais informações, por favor veja nossa Declaração de Privacidade.

    OK