Freio motor convencional e Top Brake: saiba como e quando utilizar essas tecnologias

15 / 08 / 19

freio_motor

Freio motor convencional e Top Brake: saiba como e quando utilizar essas tecnologias

O freio motor convencional e Top Brake são tecnologias importantes para manter a segurança nas estradas e reduzir custos. É importante saber que o Top Brake é um sistema exclusivo da Mercedes-Benz que aumenta os resultados do freio motor convencional. Mesmo com tanta tecnologia, existem diversos mitos e lendas de que esse recurso pode ser prejudicial para a direção e para a vida útil dos componentes do caminhão.
Esses mitos surgiram porque nem todos os motoristas de caminhão conhecem a maneira ou o momento correto de utilizar esse recurso.
No artigo de hoje, a Mercedes-Benz vai esclarecer algumas dessas lendas e te explicar como usar essas ferramentas para se manter seguro e economizar. Continue lendo para saber mais!

O que é freio motor convencional e Top Brake?

Como o nome já sugere, usa o próprio motor para frear, fazendo com que o caminhão não dependa apenas do sistema de freios. Do ponto de vista técnico, o que acontece é o fechamento da passagem de gases no escapamento com a famosa borboleta, criando uma contrapressão para diminuir o movimento dos pistões do motor.

O Top Brake atua na compressão (2º tempo do motor) e descompressão (4º tempo do motor). Na compressão, a válvula dedicada do Top Brake libera o ar aos poucos e, nesse momento, a injeção é cortada. A descompressão fecha a válvula de forma esporádica, segurando os gases. Nesse momento, o freio motor convencional colabora para a frenagem do veículo.
O objetivo de todo esse procedimento é poupar o uso do freio de serviço nas descidas e evitar altas temperaturas nas rodas, que reduziriam muito sua eficiência.

Quando e como utilizar o freio motor convencional e o Top Brake?

O freio motor convencional e o Top Brake devem ser utilizados apenas em descidas para controlar a velocidade do veículo.
O uso correto da seleção da marcha e da rotação do motor são essenciais para conseguir o melhor desempenho dos sistemas.
Veja algumas dicas para conseguir os melhores resultados com o uso do freio motor convencional e do Top Brake:
– Fique atento ao conta-giros e evite que a rotação do motor chegue à área vermelha, operar nessa faixa poderá causar grandes danos ao motor.
– A melhor região do conta-giros para operação do freio motor convencional e do Top Brake é na faixa amarela.
– Para aumentar a velocidade do veículo, suba a marcha para reduzir a rotação do motor.
– Caso só o freio motor convencional e o Top Brake não sejam suficientes, utilize o freio de roda e reduza a marcha para voltar à faixa amarela do conta-giros.
– Não utilize esses recursos com o caminhão em ponto morto ou na “banguela”, o veículo precisa das rotações do motor para desempenhar seu papel.

Quais as vantagens de utilizar o freio motor convencional e o Top Brake?

A principal vantagem de utilizar o freio motor convencional e o Top Brake é aumentar a segurança no trânsito, já que o motorista terá mais controle da velocidade e da frenagem.

Veja também os outros benefícios de colocar essa técnica no seu cotidiano.

Economia de combustível

Quando o freio motor convencional e o Top Brake são utilizados, as rotações ficam mais altas e, por isso, alguns motoristas acreditam que o veículo está gastando mais combustível.
Mas, na verdade, essa técnica não gera custo adicional porque, quando o pedal do acelerador não é acionado, não há consumo de combustível.
Isso significa que, mesmo com as rotações mais altas, a inércia é a responsável pela movimentação do caminhão e não o combustível.

Menor desgaste nos pneus e no sistema de freio de serviço
Quanto maior for a utilização do freio motor convencional e do Top Brake, menor será a necessidade do freio de serviço.
Isso significa que o sistema de frenagem principal estará sempre em ótima temperatura de trabalho.
É importante lembrar que as altas temperaturas nos sistemas de frenagem causam desgaste prematuro nas lonas de freio e nos pneus, além de aumentarem o risco de acidentes.

Usar o freio motor convencional e o Top Brake pode danificar o caminhão?

Muitos motoristas ainda têm um certo preconceito com a utilização do freio motor convencional e o Top Brake, porque já ouviram que pode prejudicar o veículo. Isso é mito. A verdade é que o uso correto do freio motor e do Top Brake não prejudicam o veículo.
Veja abaixo algumas das dúvidas mais comuns:

Pode causar danos ao coletor de escapamento?

Um dos boatos mais conhecidos sobre freio motor convencional e Top Brake é que seu uso pode causar danos ao coletor do escapamento.
Esse mito pode ter surgido por conta do ronco alto do motor durante a utilização da técnica.
Na verdade, a contrapressão dos gases de escapamento é controlada por um furo na válvula (borboleta), respeitando os limites mecânicos e sem causar danos ao caminhão.

Pode danificar as caixas de marcha?

Quando o uso do freio motor convencional e do Top Brake é feito corretamente, preserva as caixas de marcha e não pode causar nenhum dano a elas.
É importante não fazer uma redução brusca de velocidade, isso prejudicaria as engrenagens em qualquer situação.
Entretanto, para obter o melhor desempenho dos sistemas de freio, é importante ficar atento à área de segurança do conta-giros.

Pode superaquecer o motor do caminhão?

Existem muitos mitos sobre o que pode causar o superaquecimento, o freio motor convencional e o Top Brake são apenas mais um deles.
A verdade é que, durante as descidas, o consumo de combustível é mínimo e a temperatura no interior do motor é bem menor que as rodagens no plano ou nas subidas.
Isso significa que o motor manterá a temperatura de trabalho normal durante o uso da técnica em descidas.
Mas vale lembrar que, para isso, o nível do líquido de arrefecimento precisa estar dentro do especificado e a válvula termostática em ordem!

Pode aumentar a pressão do cárter e prejudicar o óleo?

O cárter é o recipiente que armazena o óleo que lubrifica as partes internas do motor. Se você usa o óleo original da Mercedes-Benz, garante maior tempo de vida útil às peças móveis.
O mito diz que utilizar o freio motor convencional e o Top Brake pode aumentar o consumo de óleo lubrificante do motor, aumentar a pressão do cárter ou afetar a viscosidade do óleo.
Entretanto, a válvula Blow Up (instalada no cabeçote do motor) regula essa pressão para que o limite não seja ultrapassado.
A temperatura do óleo não vai aumentar com o uso do freio motor convencional e do Top Brake, logo, não haverá nenhuma alteração na viscosidade do óleo.
Esses problemas só podem ser causados se o caminhão não estiver com as manutenções preventivas em dia.

Quer ficar sabendo de outras dicas sobre os componentes do caminhão? Siga a Mercedes-Benz no Facebook e no Instagram para receber as novidades em primeira mão!

Tags:

10 Comentários:

  1. José Barros disse:

    Min manda aí u número de uma concessionária Mercedes Benz aqui em sobral Ceará

  2. Agnaldo Souza disse:

    Esse ficou lindo eu compraria falta dinheiro.

  3. Fernando p cruz disse:

    Eu uso MT frei motor essencial e MT bom para estradas d mt decidas e melhor sistema de freio q pode ter pra caminhão.

    • Mercedes-Benz disse:

      Valeu pelo feedback, Fernando! Ficamos contente em saber que está curtindo e aproveitando esta tecnologia. ???? Abraços e continue sempre por aqui com a gente.

  4. Darci Moss disse:

    é bom ficar p dentro das novidades

Deixe uma resposta