Conheça as diferenças entre os caminhões das estradas e das pistas

12 / 07 / 19

476x249_postA cada etapa da Copa Truck a ansiedade e a torcida ficam mais fortes. Para te distrair um pouco até a próxima corrida, vamos falar sobre as diferenças entre os caminhões que estão nas ruas ou estradas para os que estão nas pistas de competição.

Os caminhões de competição não têm compromisso com economia no consumo ou produção, durabilidade e nem com a legislação de emissões do Proconve. Isso significa que os engenheiros podem focar apenas em uma coisa: potência. O veículo que participa da Copa Truck parece praticamente outro. Quer um exemplo?

O Mercedes-Benz Actros 2651, que é o modelo mais potente, tem 510 cv. Já o caminhão que vai para a competição tem como base o motor MB OM 360 LA de 460 cv de potência a 1.900rpm.

Essa potência é praticamente triplicada, chegando em 1.250 cv a 3.500 rpm, alcançando a velocidade de 240 km/h. O torque também sobe, de 2.300 Nm a 1.100 rpm, vai para 5.500 Nm a 2.300 rpm.  Mas não é só a potência que muda!

Os caminhões de competição também passam por diversas alterações na suspensão, aerodinâmica, freios (a disco e com refrigeração melhorada), entre outras.

Até a cabine é adaptada em relação aos caminhões de rua. Ela fica um pouco menor e ganha diversos itens de segurança para o piloto, como santantonio e barra de proteção. E, por último, mas não menos importante, o painel é outro destaque entre as mudanças. No caminhão de competição ele dá mais destaque para informações do conta-giros e níveis de água e óleo.

Agora que você já sabe a diferença entre os caminhões de rua e o de competição, já pode voltar a ficar ansioso para as próximas etapas da Copa Truck! Saiba quais serão as próximas etapas e garanta o seu ingresso em: https://copatruck.com.br/calendario-ingressos-2019/

 

Fonte: Revista Transporte Mundial.

Tags:

Deixe uma resposta